COMO FOTÓGRAFOS ESTÃO LIDANDO COM O NOVO NORMAL?

 

O que é o novo normal na vida dos fotógrafos? Ainda que a expressão novo normal seja um tanto indigesta, conhecer alguns dos diferentes caminhos que os nossos colegas estão tomando neste momento tão delicado pode ser importante para compreendermos melhor as mudanças que 2020 trouxe para a nossa área de atuação.

 

Acompanhando os nossos associados, percebemos que alguns estão investindo ainda mais em suas formações e portfólios, criando novos projetos e produtos fotográficos. A própria Fototech lançará em breve um fotolivro sobre a quarentena com fotos feitas pelos nossos associados. Quando este momento passar, certamente as fotografias serão registros importantes do que estamos vivenciando agora. 

 

Cabe destacar que, com as agendas mais vazias, muitos fotógrafos também estão com mais tempo disponível para de dedicarem a diferentes projetos. Ainda que possa não significar remuneração imediata, continuar em movimento  pode contribuir para a saúde mental, além de ser uma forma de plantar sementes que poderão render frutos em um futuro mais próspero. 

 

Sobre novos produtos fotográficos, eles podem ser um bom estímulo para alcançar novos clientes em um momento de difícil captação. Em alguns casos, surge como uma alternativa para vender as fotografias já feitas em um formato mais acessível, possibilitando ao fotógrafo ter mais uma fonte de renda enquanto segue cumprindo o isolamento social ou enquanto a sua área de atuação não volta ao fluxo normal de trabalho. 

 

Como existem diversas áreas dentro da fotografia, as consequências são percebidas de formas diferentes por muitos profissionais. Os fotógrafos que trabalham com eventos parecem ser os que estão vivenciando os maiores desafios. Um associado que possui uma empresa de fotografia de casamentos nos relatou que a maioria dos casamentos deste ano foi adiada para 2021, e que muitos casais estão esperando a pandemia passar para se sentirem seguros em fecharem contratos. Assim, há poucos clientes novos e uma agenda intensa para o próximo ano. 

 

O oposto, percebemos acontecer com quem possui projetos fotográficos autorais. Muitos estão conseguindo um alcance maior, já que existem diversos festivais e exposições acontecendo de forma virtual. 

 

Sabemos que não existe lado bom em uma pandemia e que nada substitui conhecer presencialmente um festival ou uma exposição, mas é um caminho desbravado agora que seria interessante ser mantido. 

 

Imagina ter a possibilidade de participar não apenas de forma presencial, mas virtual também de eventos fotográficos. Seja como expositor ou como público, nem sempre é possível estar presente em um festival em um estado diferente do nosso, por exemplo, mas seria interessante podermos ter acesso a palestras e exposições. Tal medida poderia contribuir para o fortalecimento da fotografia nacional, uma vez que os trabalhos de diferentes fotógrafos alcançariam maior visibilidade, circulando para muito além de suas localizações. 

 

Independente do caso com o qual caso você se identifique, vivemos um momento atípico. Tudo bem se você está se reinventando ou se está usando suas forças para manter a sua saúde mental. Se está investindo em seu portfólio ou trabalhando em um plano b para pagar as contas. O importante é fazer o que é possível ser feito dentro do seu contexto pessoal e profissional. 

 

Conte conosco! A Fototech é uma associação de fotógrafos, o que significa que somos uma rede de apoio. As nossas redes sociais estão abertas para divulgarmos os nossos associados e semanalmente realizamos um bate-papo de tema livre entre fotógrafos. 

 

Os encontros têm sido muito positivos não só para passar o tempo, mas também por possibilitarem uma troca de ideias que contribui para nos fortalecermos, inspirarmos, e assim melhor passarmos por este período de incertezas e mudanças que estamos vivenciando.  

 

 

Escrito por Lili Figueiredo

Imagem: Phillip Zelante 

 

Postado em: 15/10/2020



Comentarios

Nenhum comentário.

Comente aqui